Entenda o que é consumo responsável e comece a praticá-lo

Provavelmente, você já deve ter ouvido falar sobre o consumo responsável de alimentos, não é mesmo?

Também chamado de consumo consciente, esse é um movimento que tem crescido bastante, a fim de conscientizar toda a população da necessidade de consumir de forma moderada e, principalmente, levando em consideração todo o ciclo de vida e de produção dos alimentos.

Vale mencionar que esse é um estilo para quem busca ter uma vida mais saudável, com mais equilíbrio e tranquilidade, consumindo os alimentos de maneira orgânica e responsável.

Neste post, explicaremos o conceito e as diversas vantagens que esse tipo de consumo promove, se introduzido em sua rotina e na de sua família. Vamos lá?

Qual é o conceito de consumo responsável de alimentos?

O ato de consumir com responsabilidade está diretamente ligado à transformação do consumo em uma prática permanente de cidadania. Isso significa que os sistemas de desenvolvimento e de produção precisam se comprometer para que impactos negativos ― sociais ou ambientais ― não sejam causados durante a cadeia de produção.

Assim, é fundamental que você busque adquirir e consumir produtos que não envolvam nenhum tipo de exploração, tanto de seres humanos quanto dos próprios alimentos e animais, que não provoque nenhuma incidência desfavorável ao meio ambiente, à saúde e também à sociedade.

O processo de produção que deve ser analisado inclui todo o ciclo de vida dos alimentos:

  • a plantação (se for o caso);
  • a extração;
  • a eliminação dos resíduos e produtos impróprios para o consumo;
  • toda a etapa de processamento (de limpeza, de embalagem e de rotulagem, por exemplo);
  • todas as relações do trabalho (que devem ser completamente éticas);
  • o envio e, posteriormente, já em seu lar, o consumo, o descarte e a reciclagem.

Quais são as suas vantagens?

Uma alimentação responsável promove vantagens e benefícios para várias áreas, mas algumas se destacam. São elas:

Ao meio ambiente

Consumir de forma responsável significa adquirir produtos que sejam, preferencialmente, biodegradáveis, orgânicos, que não agridam o meio ambiente, que sejam rotulados de maneira rigorosa e que tenham todo o processo de produção controlado.

Tudo isso gera um impacto positivo, com uma pegada ecológica e sustentável. Além disso, esse tipo de sistema de produção valoriza a biodiversidade, a sustentabilidade e também todo o meio ambiente em si. Está ligado à prática ética das relações produtivas, utilizando de maneira consciente a água, o solo e todos os recursos naturais.

Às comunidades locais

É possível verificar mais um benefício provocado pelo consumo responsável. Dessa vez, o impacto positivo é gerado em toda a comunidade.

Isso acontece porque a nossa própria consciência é capaz de perceber o quão bem faz pensar na sustentabilidade, nas relações pessoais e no meio ambiente ao se consumir um alimento, provocando uma grande satisfação pessoal.

Além disso, dá para perceber que a comunidade se reúne por um único objetivo: buscar sempre o melhor na alimentação, beneficiando a saúde do corpo e da mente por meio de decisões eticamente corretas.

À economia financeira local

Uma das características desse tipo de consumo está em deixar de comprar alimentos superprocessados e industrializados e passar a valorizar produtores rurais que produzam alimentos orgânicos e, muitas vezes, que residam próximo ao comprador.

Esse processo de aproximação educativa, entre consumidor e produtor, gera enorme confiabilidade e segurança em qualquer produto adquirido.

Tudo isso produz um efeito benéfico à economia financeira local, incentivando ainda mais esse tipo de trabalho que, antes de tudo, pensa nas relações éticas existentes.

À saúde do indivíduo

Você provavelmente sabe que existem vários casos de problemas de saúde relacionados à alimentação.

A constante ingestão de alimentos não supervisionados ou de alimentos muito processados pode provocar uma série de consequências negativas em seu organismo, desde casos mais comuns, como intoxicações, até casos mais graves, como doenças crônicas (obesidade e câncer, por exemplo).

Contudo, se você busca somente por produtos de qualidade, preferencialmente naturais, que passaram por rigorosos processos de produção, supervisão e fiscalização, a chance de você ter algum problema relacionado a isso é quase nula. Aí encontramos mais uma incrível vantagem do consumo responsável.

Como inseri-lo em sua rotina?

Como já dissemos, para aproveitar todas as vantagens do consumo responsável, é importante aplicá-lo em sua rotina e na de sua família.

Existem algumas maneiras para que você comece a inserir esse novo hábito em sua vida, mas lembre-se sempre de priorizar as relações éticas sociais, de sustentabilidade, de responsabilidade, de solidariedade e de produção.

Dica 1

O primeiro passo para que a inserção ocorra é buscar por uma alimentação saudável e orgânica, com pratos bastante balanceados ― inserindo produtos frescos, livres de agrotóxicos, com rótulos completos, sem grandes quantidades de sódio, açúcar, gorduras e conservantes e que possuam selos de garantia.

Dê preferência à variedade de grãos, frutas, legumes, hortaliças e verduras que existem.

Dica 2

Outra dica é você comprar somente aquilo que vai consumir, para não haver desperdício. Vale aproveitar os talos, as sementes, algumas cascas e as folhas. Além de ser uma delícia, são as partes que geralmente contêm mais nutrientes e vitaminas para o organismo.

Dica 3

Busque por alimentos sazonais, ou seja, produtos da estação que são localmente produzidos. São eles que possuem o máximo de sabor, pois estão em sua fase mais bonita e produtiva. Neles, não é necessário o uso de agrotóxicos e demais substâncias para fazer com que o alimento esteja pronto para o consumo.

Dica 4

Não se esqueça de aproveitar as sobras das refeições, certo? Se bem armazenadas, podem virar sopas, bolinhos, recheios ou uma belíssima refeição para o dia seguinte. Caso não dê para utilizar dessa forma, lembre-se de que são excelentes adubos orgânicos para serem utilizados em uma hortinha, por exemplo.

Pronto! Agora que você já sabe o que é um consumo responsável de alimentos, as vantagens e algumas dicas para que você comece a aplicá-lo em sua vida, não perca tempo e introduza esse novo hábito em sua rotina. Saiba que esse é um importante passo se você busca viver com mais equilíbrio e mais saúde, tudo bem?

Gostou deste post? Então curta a nossa página nas redes sociais e continue por dentro de incríveis assuntos para você ter uma vida mais zen. Até mais!

Últimas Notícias

Alimentação