Mudança de hábitos: como virar um vegetariano?

Virar um vegetariano depende da mudança de hábitos alimentares. O processo não é tão simples assim, e não pode ser encarado de tal modo. A dieta tradicional com carnes é muito comum a nosso corpo e ele pode sentir falta de nutrientes.

Antes de adotar o vegetarianismo, é necessário conhecer de forma aprofundada do que se trata esse regime alimentar, que funciona quase como um estilo de vida, e saber que alguns esforços serão demandados.

Este post mostra tudo que você precisa saber sobre o assunto, a fim de fazer uma transição saudável e adequada para o vegetarianismo e alcançar uma grande mudança de vida. Continue a leitura e confira!

Qual o conceito de vegetarianismo?

Apesar de ser um assunto muito comentado hoje em dia, o vegetarianismo ainda desperta algumas dúvidas. Basicamente, é um regime que dispensa qualquer alimento de origem animal, em favor de uma dieta baseada em frutas, vegetais e legumes.

Como a dispensa total de carnes e produtos de origem animal é algo complicado e gradativo, há diversos níveis de vegetarianismo. Saiba quais são:

  • ovolactovegetarianismo: nesse nível, ainda são consumidos alimentos de origem animal, como ovos e laticínios de uma maneira geral;
  • lactovegetarianismo: nesse estágio, somente laticínios são permitidos na dieta, junto aos vegetais e legumes;
  • ovovegetarianismo: aqui, somente os ovos entram na dieta, mais nenhum outro alimento de origem animal;
  • vegetarianismo: último nível, é o conceito original da filosofia, em que a alimentação dispensa completamente qualquer alimento de origem animal.

Os vários estágios existem justamente para que a transição a partir de uma dieta comum seja feita gradativamente. Ainda que alguns não configurem o abandono total de alimentos com origem animal, essas variações são um grande passo em direção à restrição total.

Quais os benefícios de virar um vegetariano?

Hoje existem cada vez mais opções de alimentos voltados a vegetarianos, assim como restaurantes e comércios especializados nesse público. Desse modo, com maior aceitação e suporte da sociedade, é cada dia mais fácil aproveitar os benefícios de se tornar um vegetariano.

A mudança no regime alimentar traz vantagens que vão desde a liberdade aos animais aos benefícios próprios em relação à saúde e ao peso. Manter uma forma satisfatória é possível e deve ser considerado um motivo relevante para adotar o vegetarianismo. Quer conhecer as vantagens principais?

Longevidade

Quem não quer viver mais tempo e melhor? O vegetariano está menos exposto a toxinas e outros elementos presentes nos alimentos, especialmente os industrializados. Quem está livre disso, naturalmente, tem aumento na qualidade e no tempo de vida.

Controle da pressão

A pressão arterial é uma questão que merece todo cuidado, já que muitas pessoas têm problemas relacionados a ela. O vegetariano consegue manter um melhor controle, porque segue uma dieta com menos gordura e mais fibra alimentar. Os dois fatores estão diretamente ligados ao controle do peso, influenciando diretamente a pressão arterial e fazendo com que ela se mantenha em níveis aceitáveis.

Benefícios estéticos

A preocupação com a parte estética é real para a maioria das pessoas, e isso é muito plausível. Os vegetarianos têm benefícios em uma série de fatores relacionados à aparência. Vitaminas e minerais presentes na alimentação vegetariana oferecem alto poder de renovação celular, o que é muito benéfico para a saúde e a aparência dos cabelos, unhas e pele. Além disso, o menor consumo de gordura e calorias também tem influência direta no peso, ajudando a manter uma forma física esteticamente satisfatória.

Menor incidência de diabetes e colesterol ruim

A incidência do colesterol ruim se dá, geralmente, pelo consumo de alimentos de origem animal, o que não há na dieta vegetariana. Essa alimentação também proporciona um melhor controle do peso e menos açúcar no sangue, colaborando para que o diabetes não se desenvolva.

Como é o processo de transição alimentar?

A transição de uma alimentação regular para a dieta vegetariana se dá, basicamente, pelo corte de carne e de tudo que for de origem animal. Além disso, alimentos industrializados e embutidos também devem deixar o prato. Esse processo não acontece de um dia para o outro! É gradual e, algumas vezes, até pode ser lento. Isso varia de uma pessoa para outra. Que tal vermos um passo a passo de como se tornar um vegetariano?

Inicie cortando carne vermelha e embutidos

No primeiro mês, o foco deve ser em cortar a carne vermelha, a mais nociva para o organismo. Primeiro, evite os embutidos, como presunto, mortadela, salame e derivados. Depois, reduza o consumo de carne vermelha para uma vez na semana, optando por frango e peixe.

O frango deve sair em sequência

Opção menos calórica, o frango também deve sair da dieta, assim como a carne vermelha. Coma apenas uma vez na semana e nos outros dias baseie sua alimentação em peixe, legumes e vegetais em geral.

Peixes também deixam a dieta

O último tipo de carne consumida também deve sair. Consuma o peixe apenas duas vezes por semana, reduzindo para uma, caso sinta-se confortável para isso. Esse processo deve durar um mês, até que não haja mais carne na sua alimentação.

A conclusão do processo

Após abandonar o consumo de qualquer tipo de carne, é hora de abandonar os outros alimentos de origem animal, como laticínios e ovos. Reduza cada vez mais esses alimentos na sua dieta, até não sentir mais necessidade deles.

Como consumir proteínas por alimentos saudáveis?

A transição para o vegetarianismo não pode ser feita de qualquer maneira, simplesmente abandonando o consumo de carnes e qualquer outro alimento de origem animal. Ainda que não sejam os mais adequados, eles possuem proteínas indispensáveis para o organismo humano.

Deve existir a preocupação em nutrir corretamente o corpo, de modo que ele receba tudo que precise para funcionar normalmente, sem prejudicar a saúde do vegetariano. Isso só é possível com uma dieta rica em legumes, vegetais, grãos e frutas.

Se não há carnes, as proteínas devem vir de outros alimentos que caibam dentro da dieta vegetariana, e isso é completamente possível. Veja onde encontrar, em uma seleção variada e que pode ser combinada:

  • soja;
  • grão-de-bico;
  • abacate;
  • alimentos integrais (arroz, trigo, aveia e outros);
  • ervilha;
  • feijão;
  • leite de soja;
  • lentilha;
  • nozes;
  • quinoa;
  • linhaça;
  • amendoim.

Inclua esses alimentos na sua dieta a partir do primeiro momento de transição, em que as carnes começam a ser cortadas. Eles garantem que o corpo continue sendo nutrido com as proteínas necessárias.

O regime alimentar com base no vegetarianismo traz muitos benefícios, sendo capaz de mudar o dia a dia de quem opta por essa nova filosofia de vida.

Agora, que você já sabe como virar um vegetariano, entre em contato conosco e conheça nossos serviços. Estamos prontos para oferecer a mudança que você precisa para uma vida mais saudável!

Últimas Notícias

Alimentação