Seis dicas para quem quer se tornar vegetariano

A decisão de se tornar vegetariano pode parecer complicada para quem não conhece muito sobre esse tipo de alimentação e estilo de vida. Basta não comer carne? É fácil  se acostumar? Vou ficar com déficit de nutrientes ou proteínas? As pessoas nunca vão parar de perguntar como consigo ficar sem comer carne?

A resposta para a última pergunta é sim. Seus amigos e familiares vão estranhar a decisão de início, especialmente se ninguém no seu círculo social é vegetariano, mas é algo a se acostumar. Quanto às outras perguntas, você encontra as respostas em seguida, com dicas simples para ajudar quem tomar essa decisão.

 

1) Comece aos poucos

Decidi que vou ser vegetariano. E agora? O primeiro passo é escolher como começar esse novo hábito alimentar. Algumas pessoas preferem cortar todas as carnes de uma vez, mas a opção mais simples e também mais fácil para se adaptar é ir aos poucos.

A primeira medida deve ser cortar a carne vermelha. Veja como você se adapta consumindo apenas carne branca, levando o tempo que precisar para se acostumar. Depois, comece a cortar os outros tipos de carne do seu cardápio. Quando for ver, já se tornou comum não consumir nenhum tipo de carne.

Outra opção legal para ir tirando as carnes do cardápio aos poucos é aderir a “Segunda sem Carne”, um movimento que se propõe a conscientizar as pessoas sobre os impactos que o uso de produtos de origem animal causam no planeta. Basta não consumir esses alimentos nas segundas-feiras, algo que todos podem participar, mesmo aqueles que não querem se tornar vegetarianos.

 

2) Planeje sua dieta

Não é só parar de comer carne! Em qualquer dieta é importante fazer um planejamento do que será consumido para ter uma alimentação equilibrada. No caso do vegetarianismo, isso é essencial. Isso não significa que essa é uma dieta carente ou algo do tipo, mas sim que é um hábito alimentar que exige um pouco mais de atenção.

Antes de tudo, é preciso entender que uma alimentação saudável e equilibrada não necessita de carnes e laticínios, mas, para obter todos os nutrientes e proteínas necessários, você vai precisar entender as diferentes combinações para consumir os alimentos de forma equilibrada. É recomendado pesquisar sobre como cada alimento se complementa e também procurar um nutricionista para auxílio e orientações.

 

3) Evite as tentações

Todo novo hábito é difícil no início. Assim, é importante evitar situações em que você possa deslizar e voltar a comer carnes. Tente ir a restaurantes vegetarianos ou veganos, por exemplo. Além de conhecer lugares e receitas novas, vai ser bem legal ir a um local com pessoas que pensam como você e aderiram à mesma dieta.

Os programas com amigos e família serão os momentos mais complicados caso seu círculo social não possua pessoas vegetarianas. Churrasco é um dos programas mais comuns de um domingo e a melhor dica é evitar eles no início. Após estar acostumado com a nova dieta, será mais fácil de ir a programas como esse e investir no pão de alho e legumes grelhados.

Uma coisa legal é se oferecer para levar pratos vegetarianos para o encontro. Você vai garantir que vai ter o que comer e ainda pode mostrar seus dotes culinários e apresentar receitas diferentes que seus amigos e família não conhecem.

 

4) Comi carne de novo. E agora?

Não tem problema! Isso vai acontecer no início, não é motivo para desanimar. Deslizes acontecem sempre que tentamos ter novos hábitos. É a mesma coisa que alguém que faltou a academia mesmo prometendo a si mesmo que seria mais ativo e praticaria mais atividades físicas. Não é por causa disso que a pessoa vai desistir de malhar e também não será esse o motivo que vai fazer com que você desista de ser vegetariano.

O mais importante é não tornar isso um hábito ou utilizar o deslize como desculpa para continuar escorregando na dieta. Caso esteja sendo muito difícil, talvez seja melhor recomeçar todo o processo, cortando a carne vermelha e tirando as outras do cardápio aos poucos.

 

5) Experimente novas receitas

Lembra da dica de levar o que você vai comer para os churrascos com a família e amigos? Esse é o momento perfeito para apresentar suas receitas diferentes, mas, para isso, você vai precisar experimentar elas antes. Pesquise novas receitas e combinações e impressione todo mundo!

Isso também vale para o dia a dia. Nem sempre os restaurantes possuem pratos vegetarianos, então é interessante começar a preparar sua própria refeição. E, como ser vegetariano não significa só comer salada o tempo todo, você vai poder provar diferentes receitas. Vai ser divertido e delicioso!

 

6) Abrace esse novo estilo de vida!

Essa decisão não vai mudar apenas o que você come, mas a forma de se relacionar com a comida, os lugares que vai frequentar e muito mais. Ser vegetariano não se trata apenas de uma dieta, mas de um estilo de vida. Isso vai envolver experimentar novos restaurantes e receitas, ouvir pessoas falando mal da sua decisão e fazendo milhares de perguntas.

Você também vai encontrar obstáculos, mas não é nada que não consiga superar. Converse com pessoas que aderiram à esse estilo de vida, troque experiências e abrace essa forma de viver. Com certeza você não irá se arrepender!

 

Últimas Notícias

Alimentação