Como controlar a ansiedade? Confira nossas 5 dicas!

Pare tudo o que está fazendo e olhe ao seu redor. Se você está lendo esse texto em seu smartphone em algum lugar público, conseguirá perceber que a maioria das pessoas parecem estar apressadas. Nos dias de hoje, somos constantemente estimulados e não conseguimos parar para respirar. Por isso, controlar a ansiedade é extremamente necessário.

A longo prazo, conviver com essa doença pode trazer inúmeros malefícios para o nosso organismo, já que nossa saúde mental está intimamente ligada ao estado geral de nosso corpo. Ela e o estresse são, atualmente, consideradas verdadeiras epidemias e afetam milhões de pessoas ao redor do mundo.

Para combater a ansiedade, é preciso saber mais sobre ela. Continue a leitura e confira várias informações importantes sobre o assunto, além de descobrir dicas de como manter esse problema bem longe do seu dia a dia!

O que é ansiedade?

Quem nunca se sentiu ansioso, não é mesmo? Esse problema é caracterizado por um sentimento de tensão e preocupação, e nada mais é do que a resposta natural de nosso corpo ao estresse, normalmente causado por situações de extrema pressão ou nervosismo.

A ansiedade pode atingir pessoas de qualquer faixa etária, etnia e gênero. Todos os seres humanos sofrem com esse problema, em intensidades variadas. Quando as crises se tornam um problema incapacitante ou duram mais de seis meses, é hora de ficar de olho e tomar alguma providência.

Quais são os principais sintomas e causas?

Embora os indícios possam variar muito de um indivíduo para outro, já que pessoas diferentes reagem de formas diversas ao estresse, é possível citar alguns dos principais sinais que indicam crises de ansiedade. Eles são:

  • sensação de aperto no peito;

  • pernas bambas;

  • batimentos cardíacos acelerados;

  • respiração acelerada;

  • pulsações dentro dos ouvidos;

  • inquietação;

  • dores de cabeça;

  • tonturas;

  • suor excessivo;

  • insônia;

  • dificuldades de concentração.

Como podemos perceber, os sintomas podem ser puramente psicológicos, como podem também ser físicos e atingir o funcionamento do organismo. Algumas pessoas afirmam sentir náuseas e desconfortos estomacais, por exemplo. Já outras apresentam verdadeiros ataques de pânico.

As crises podem ser causadas por uma imensa variedade de fatores. Os principais são:

  • traumas e gatilhos relacionados a eles;

  • problemas emocionais, como período de luto ou fim de um relacionamento;

  • inabilidade de lidar com algumas situações, como apresentações ou falas em público;

  • fobias;

  • causas médicas;

  • reações adversas a alguns medicamentos;

  • abstinência de substâncias como o álcool ou a nicotina;

  • genética.

Que cuidados devemos tomar com esse problema?

O primeiro passo a ser tomado para controlar a ansiedade, a partir do momento em que os os sintomas são notados, é procurar ajuda médica. Sentimentos de inquietação incapacitantes, que nos impedem de realizar nossas atividades cotidianas, devem ser levados muito a sério.

A longo prazo, tais sentimentos podem afetar o organismo e desencadear outros danos à saúde, como elevação da pressão arterial, dos níveis de glicose no sangue e até mesmo contribuir para o surgimento de distúrbios metabólicos. Além disso, os desempenhos acadêmicos e profissionais tendem a cair e as relações interpessoais são muito prejudicadas.

O profissional requisitará uma série de exames para excluir razões físicas para os sintomas. Caso julgue necessário, encaminhará o paciente para um profissional ligado à saúde mental, aquele mais capacitado para lidar com a ansiedade e suas causas.

Como controlar a ansiedade?

Apenas um especialista no assunto pode indicar o melhor tratamento para cada caso, baseando-se no histórico individual do paciente. A automedicação é extremamente proibida, uma vez que pode agravar severamente o quadro da doença. No entanto, algumas medidas podem ser tomadas para aliviar os sintomas e nos ajudar a ter mais qualidade de vida. Vamos conferir as principais?

1. Utilize óleos essenciais

Os tratamentos feitos com óleos essenciais — também conhecidos como aromaterapia — são uma excelente opção para tratar diversos problemas de saúde e sua eficácia no controle da ansiedade vem sendo comprovada em diversos estudos.

O uso desse recurso pode ser feito de várias maneiras, como por meio de inalação, difusão no ambiente ou massagens. Os principais óleos utilizados no combate desse problema são:

  • lavanda;

  • limão;

  • bergamota;

  • ylang ylang;

  • jasmim;

  • sálvia esclareia.

2. Realize atividades de mindfulness

Outra dica para controla a ansiedade é o uso da técnica de mindfulness. Esta técnica. que significa atenção plena, pode ser feita por praticamente qualquer pessoa. Ela consiste em um tipo de meditação que visa a transformação pessoal por meio de nós mesmos.

O autoconhecimento possibilitado pelo método é uma das portas de entrada para uma vida mais leve e livre do estresse. Entrar em contato com nossos medos e pontos fracos é, sem dúvidas, um dos melhores meios de aprendermos a lidar melhor com tais questões.

3. Cuide de sua alimentação

Por incrível que pareça, uma alimentação pobre em nutrientes essenciais pode contribuir para o aumento dos sintomas da ansiedade e até mesmo de outros problemas, como a depressão.

É ideal incluir na dieta alimentos ricos em vitaminas e minerais, como o cálcio, magnésio e as vitaminas do complexo B, responsáveis pelo estímulo da produção de serotonina e pelo equilíbrio de várias outras funções do organismo. Uma alimentação repleta de frutas e vegetais é a melhor opção para obter todas as substâncias necessárias.

4. Pratique atividades físicas

Embora a modernização e o desenvolvimento da tecnologia sejam extremamente benéficos para a população, é inegável que ambos trouxeram algumas desvantagens para a sociedade. Uma das principais foi o crescimento do sedentarismo, hábito intimamente ligado ao aumento dos casos de ansiedade.

Por isso, é recomendado a prática regular de atividades físicas, mesmo as de baixa intensidade, como caminhadas leves para auxiliar a controlar a ansiedade. A indicação é que elas sejam praticadas ao menos três vezes na semana, para que os seus benefícios sejam observados.

5. Tire um tempo para você

Por fim, pare para pensar quando foi a última vez que você tirou um tempo completamente seu. A maioria de nós está atarefado demais para dar uma pausa, e isso causa um severo impacto negativo em nosso estado emocional.

Reservar um tempo para cuidar de si é imprescindível para a manutenção da saúde mental. Escolha atividades prazerosas — como ler um livro, assistir televisão ou visitar um SPA — e relaxe!

Controlar a ansiedade é fundamental para ganhar muito em saúde, bem-estar e qualidade de vida. Seguindo as pequenas dicas citadas em nossa conversa, atingir esse objetivo fica muito mais fácil!

Confira nosso post sobre a importância do lazer em nossas vidas e aprenda ainda mais dicas para combater a ansiedade!

Últimas Notícias

Bem-Estar