Quer sair do sedentarismo? Saiba como começar!

A correria do dia a dia, o cansaço após uma longa jornada de trabalho e muitas preocupações podem fazer com que sair do sedentarismo se torne uma missão quase impossível, não é mesmo? Afinal, com tantas demandas, é difícil encontrar um tempinho na agenda para praticar atividades físicas e ainda ter disposição para lidar com mais um “compromisso”.

Porém, todo mundo sabe que a falta de atividades pode contribuir para o surgimento de inúmeras doenças, além de diminuir a nossa qualidade de vida consideravelmente, sendo responsável pelo aparecimento da insônia, indisposição, dores no corpo e muitos outros problemas.

Se você quer modificar essa situação e sair do sedentarismo, mas nunca consegue manter a frequência dos exercícios, veja informações importantes que vão fazer com que a atividade física seja inserida na sua rotina de forma saudável e prazerosa!

Por que eu devo sair do sedentarismo?

Calçar os tênis e começar a se exercitar ainda não parece um objetivo assim tão importante para você? Pois saiba que inúmeras pesquisas têm alertado sobre os perigos do sedentarismo para a nossa saúde.

A falta de atividade física está entre os principais fatores de risco para a saúde e, além de provocar doenças, esse hábito pode encurtar a vida.

Uma rotina sedentária pode contribuir para o surgimento de doenças crônico-degenerativas — como diabetes, hipertensão arterial, obesidade, colesterol alto, osteoporose e infarto — e também estar relacionada, direta ou indiretamente, com as causas da morte súbita.

Além de todos esses riscos, a falta de atividades pode influenciar na nossa saúde mental, potencializando os efeitos negativos do estresse, ansiedade e depressão, piorando a nossa qualidade de vida.

Conheça alguns benefícios de se exercitar com frequência:

  • redução da obesidade, da fadiga e até de algumas dores crônicas;
  • melhora da autoestima, dos padrões de sono, do sistema imunológico e da postura;
  • alívio da tensão muscular e aumento da sensação de bem-estar;
  • manutenção do desenvolvimento das estruturas ósseas e musculares;
  • melhora na circulação e diminuição da retenção de líquidos;
  • combate os sintomas da TPM, da depressão e ansiedade;
  • melhora da capacidade pulmonar;
  • diminui os riscos de problemas cardíacos e de doenças crônicas;
  • alivia os sintomas do estresse e contribui para uma vida mais equilibrada e feliz.

Como sair do sedentarismo?

Agora que você já sabe todos os benefícios que praticar atividades pode trazer, que tal começar a planejar novas maneiras de incluir os exercícios na sua rotina? Saiba que não são apenas a corrida e a musculação que conseguem melhorar a sua saúde, o importante é estar fisicamente ativo, encontrando algo que lhe dê prazer e que ajude você a atingir as suas metas. Vale a pena conferir as dicas que separamos!

1. Avalie a sua condição física

Se você ficou parado por muito tempo, é importante passar por uma avaliação antes de iniciar qualquer tipo de exercício. Assim, você saberá como está a sua saúde e quais são as práticas mais recomendadas para o seu corpo.

Além disso, essa avaliação te ajudará a acompanhar a sua evolução ao longo do tempo, medindo sua taxa de gordura, sua quantidade de massa muscular e também as suas medidas, além de outros dados específicos — como taxa de colesterol —, podendo servir como parâmetro para você perceber os benefícios de se manter firme no seu plano.

2. Defina seus objetivos, mas seja realista

Por que você quer se exercitar? Saber o que esperar é fundamental para encontrar as atividades que mais se encaixem no seu objetivo. Mas é importante que você seja realista, ou essa meta poderá te ajudar a se frustrar facilmente e abandonar os exercícios.

Se você pretende emagrecer, estipule metas que possam ser alcançadas sem exageros, como reduzir 1 kg em dois meses, por exemplo. Além disso, coloque objetivos que podem mostrar o quanto a sua capacidade física está melhorando, como subir um lance de escadas sem ficar tão cansado ou melhorar o tempo da sua corrida.

3. Experimente exercícios variados e encontre o seu favorito

Você detesta academia? Não suporta corrida ou caminhada? Tudo bem, essas não são as únicas maneiras de sair do sedentarismo. O importante é experimentar alguns exercícios variados e, então, encontrar aquele que, além de fazer bem para o seu corpo, também te dê prazer. Assim, será muito mais fácil encaixá-lo na sua rotina!

Os exercícios ao ar livre — como esportes, yoga ou ciclismo — são ótimas escolhas para quem quer sair de casa. Quem sente muito calor pode optar pela natação ou hidroginástica e aqueles que adoram conhecer pessoas novas podem incluir aulas de dança na sua rotina. Experimente diferentes opções até encontrar a que mais se encaixa no seu perfil.

4. Vá aos poucos

Não queira mudar radicalmente da noite para o dia. Lembre-se de que o seu corpo precisa de um tempo de adaptação, por isso, comece com uma intensidade menor e vá, progressivamente, se desafiando.

Outra ideia é variar as modalidades, assim, você não cai na rotina e pode trabalhar áreas diferentes do seu corpo, como investindo em um dia na musculação, outro na atividade aeróbica e fechando a semana com yoga, alongamento ou outra empreitada mais relaxante.

5. Se não der hoje, faça amanhã

Quantas vezes não começamos a primeira semana com muita motivação, mas os imprevistos aparecem e logo já desistimos da nova rotina? Saiba que incluir um novo hábito no seu dia a dia pode não ser tão fácil e será preciso persistir.

Por isso, não se cobre demais. Se hoje não der para fazer o exercício, retome o planejamento amanhã. O importante é manter o foco até que aquilo vire algo natural!

6. Conheça a sua rotina e os seus gostos

Nem sempre aquele exercício “da moda” será o ideal para você. Para que você consiga incluir a atividade na sua vida, ela precisa ser algo que dê prazer e que te motive ou inspire.

Por isso, conheça bem as suas preferências pessoais e também sua rotina. Você não consegue levantar cedo e sempre adia as atividades matinais? Então, não é uma boa ideia se programar para correr todos os dias às 5 da manhã, não é mesmo?

Encontre um horário que seja fácil de incluir a atividade e que você se sinta animado para isso. Se é difícil começar sozinho, chame os amigos ou alguém que também precisa deixar o sedentarismo de lado, assim, será mais difícil “matar” o treino naqueles dias de preguiça.

Quando cumprir toda a sua meta, que tal se dar um presente? Pode ser uma massagem relaxante ou uma roupa na sua medida atual. Esses pequenos mimos vão te ajudar a manter o ritmo e se manter motivado.

Gostou das nossas dicas para sair do sedentarismo? Aproveite para aprender um pouco mais sobre o estresse e conheça novas formas, além dos exercícios, para lidar com esse problema moderno.

Últimas Notícias

Bem-Estar