Será que é possível perder peso sem dietas restritivas? Confira!

O acesso facilitado à informação e a popularidade das redes sociais fizeram com a que a busca por manter o corpo e a saúde em dia ficasse ainda mais incessante. Não são poucos os perfis de influenciadores digitais que pregam métodos para emagrecer e conquistar um estilo de vida saudável, mas você já reparou como boa parte deles sugere dietas restritivas?

Cortar o glúten e a lactose, não comer carboidratos e evitar as gorduras — mesmo as que fazem bem — estão entre as medidas mais difundidas. No entanto, elas são mesmo necessárias? A nutricionista Sophie Deram, doutora pela USP, afirma que não. No seu livro “O Peso das Dietas”, ela apresenta dados científicos que comprovam ser possível perder peso sem dietas restritivas.

Alimentos ricos em fibra e água, por exemplo, acrescentam volume às refeições e fazem com que a pessoa se sinta satisfeita sem consumir mais calorias do que deveria. A receita ideal é adotar hábitos saudáveis como não pular refeições, manter-se hidratado e apostar em comidas que aceleram o metabolismo e aumentam a saciedade.

Para emagrecer não é preciso passar fome! Continue a leitura deste post e saiba mais sobre o assunto!

Beba bastante água

Na constituição do nosso corpo, 70% é água. Logo, é necessário ingerir bastante líquido para manter essa proporção. A água promove a diurese e desintoxica o organismo. Um dos efeitos disso é a aceleração do metabolismo, que ajuda a pessoa a perder peso.

O líquido limpa o nosso sistema, e uma boa forma de começar o dia é com um copo de água. Você pode turbinar o resultado acrescentando suco de meio limão em 200ml de água. Beba em jejum e espere 10 minutos para fazer a primeira refeição do dia. Pode parecer que não, mas essa simples técnica tem um resultado incrível para desintoxicar o corpo e, consequentemente, favorecer o emagrecimento.

Além da água, outros líquidos ajudam na hidratação e na perda de peso, como o chá verde e outras ervas como vidoeiro, o dente de leão e a erva-doce.

Reduza os carboidratos

A famosa dieta low carb é antiga e eficaz. O raciocínio é lógico: carboidratos são fontes de açúcar, que ativam o hormônio insulina, responsável por armazenar energia em forma de gordura. Quando você reduz a quantia de carboidratos que consome, evita o acúmulo de gorduras e faz o corpo usar a reserva que já possui como fonte de energia.

Fazendo isso você também come menos, pois substitui alimentos como pão e massas por outros ricos proteínas e fibras, por exemplo, que aumentam a saciedade. Mas não corte totalmente os carboidratos da dieta! Lembre-se que eles são importantíssimos para o funcionamento do corpo.

Consuma fibras

Sejam solúveis ou insolúveis, as fibras se expandem quando chegam ao estômago e deixam você saciado por mais tempo. Alimentos como frutas e vegetais, feijões, arroz integral e aveia são boas fontes do nutriente.

Além disso, as fibras controlam os níveis de açúcar no sangue, regulam o colesterol e melhoram a função intestinal.

Inclua alimentos ricos em minerais na dieta

Estresse, comida industrializada e poluição do ar prejudicam significativamente a absorção dos minerais pelo corpo. Entre as diversas funções dessas substâncias estão a realização dos processos metabólicos e o controle do peso.

Para driblar os efeitos a que você está exposto no dia a dia, consuma alimentos ricos em minerais, como aveia, amêndoa, avelã, figo seco, couve, castanha de caju, tofu e feijão.

Se você busca praticidade, pode optar por suplementos alimentares, mas faça isso sob a orientação de um médico ou de um nutricionista.

Aumente a ingestão de proteínas vegetais

Por serem nutrientes mais difíceis para o organismo digerir, as proteínas vegetais fazem você se sentir satisfeito por mais tempo. Além disso, elas ajudam na recuperação muscular — especialmente depois de atividades físicas.

Drible o estresse para perder peso sem dietas restritivas

A ciência confirma: o estresse tem relação com a obesidade. Um dos fatores é a baixa produção de serotonina (hormônio do bem-estar) pelo corpo estressado. Os níveis reduzidos do hormônio fazem com que você sinta vontade de comer carboidratos, pois eles aumentam temporariamente o nível de serotonina no sangue.

Por mais que você não consiga evitar totalmente a rotina estressante, com um pouco de força de vontade é possível relaxar e evitar que o estresse se torne um problema crônico.

Para isso, organize sua rotina e reserve ao menos 30 minutos do dia para você. Faça exercícios, leia um livro, veja um seriado ou faça qualquer outra atividade de sua preferência.

Procure Centros de Medicina

Esses locais conciliam dietas pouco calóricas com atividades para descansar o corpo e a mente, tudo monitorado por uma equipe multidisciplinar. Os centros costumam ficar em lugares tranquilos e em contato com a natureza, ajudando a afastar o estresse.

As refeições são controladas e balanceadas, com porções de carboidratos, proteínas e demais nutrientes adequados ao funcionamento do organismo. As programações também incluem exercícios físicos para acelerar o emagrecimento e atividades relaxantes, como massagens e banhos terapêuticos.

Os programas variam de acordo com a quantidade de dias que você vai ficar, mas normalmente começam com 7 dias e promovem uma perda de 3% a 5% do volume corporal.

Se você já tentou outras estratégias mas não conseguiu eliminar as gorduras indesejáveis, um Centro de Medicina pode ser uma alternativa excelente. Lá você terá apoio profissional para manter a alimentação e o estilo de vida saudáveis.

Pratique exercícios

Aliar boa alimentação com a prática de atividades físicas é infalível na perda de peso. Para acelerar o processo, escolha exercícios intensos como ciclismo indoor, corrida e ginástica. Deixe a musculação de lado por um momento, pois estudos revelam que os aeróbicos são mais eficazes na perda de peso.

Por fazerem o pulmão e o coração trabalharem mais para levar oxigênio aos músculos, essas atividades aceleram o metabolismo e proporcionam maior queima calórica do que exercícios de resistência, como a musculação.

Seguindo essas dicas você vai ver que consegue perder peso sem dietas restritivas. Além de não passar fome, você emagrece de maneira mais saudável e duradoura, pois não vai submeter o corpo a medidas extremas e radicais.

Se você quer saber mais sobre esse e outros assuntos para manter um estilo de vida saudável, assine nossa newsletter!

Últimas Notícias

Saúde