Conheça 5 alimentos que ajudam a combater o estresse

Ao falarmos em ter uma alimentação saudável, quais são as primeiras coisas que vêm a sua cabeça? Você provavelmente vai relacionar ao emagrecimento, ao ganho de massa muscular, ao cuidado com doenças físicas. Mas você sabia que a alimentação também tem influência na sua mente? Isso mesmo! Existem alguns alimentos que ajudam a combater o estresse de forma natural. Abaixo, nós listamos cinco deles! Que tal incluir no cardápio? Continue a leitura!

 

Conheça os alimentos anti-estresse

Você já recorreu a algum alimento para tentar “curar” um quadro de estresse e/ou de ansiedade? Isso é bem normal e tem uma explicação científica: durante os momentos de estresse, o corpo tenta controlar esse quadro liberando cortisol na corrente sanguínea. Essa substância tem um alto teor de açúcar, o que causa a liberação de serotonina, desacelerando os batimentos cardíacos e oferecendo uma sensação de prazer e relaxamento. Em meio a isso, muita gente recorre a hábitos alimentares ruins, como o consumo de açúcares e gordura para garantir a mesma serotonina do cortisol.

1) Banana

A banana oferece nutrientes que estimulam a produção de serotonina. Ela é rica em vitamina B6, assim como em triptofano — aminoácido essencial utilizado pelo cérebro para produzir a serotonina. Além de seu valor nutricional, essa fruta é bastante saborosa, podendo ser consumida de diversas formas e em inúmeros horários.

2) Chás

Os chás são ótimos para tomar no frio, ajudando o corpo a se manter quente e reduzindo a sensação constante de fome tão comum nessa época. Como se não bastasse, alguns são ótimos para acalmar, ajudando a lidar com o estresse. Entre os principais estão o de erva-cidreira, de passiflora, de camomila, de maracujá e de alecrim.

3) Cacau

O cacau também consiste em um alimento rico em triptofano, ajudando no processo de acalmamento. O ideal é que ele seja consumido em conjunto com outras frutas, como a maçã e a própria banana.

4) Amêndoas

As amêndoas têm uma lista interessante de nutrientes, como vitamina B2 e E, zinco e magnésio. Alguns deles são muito eficientes na produção de serotonina, aumentando os níveis no corpo. A dica, então, é comer um punhado ao dia, mas sem exagerar, já que amêndoas apresentam um valor calórico maior.

5) Laranja

Conhecida como fonte de vitamina C, a laranja também oferece magnésio, potássio e cálcio. Ela ajuda na redução do cortisol após picos de estresse e evita que esse hormônio fique no corpo, algo capaz de aumentar os índices de açúcar no organismo e auxiliar no ganho de peso.

Veja dicas gerais sobre como reduzir o estresse

Assim como a relação entre alimentação e estresse, há outros fatores que têm ligação direta com esse mal. Não há uma fórmula mágica para se livrar da doença, mas vale a pena adotar um conjunto de hábitos saudáveis. O que mais influencia no surgimento do estresse é um estilo de vida desregrado, incluindo a má alimentação, sono ruim, sedentarismo, gestão ruim de problemas pessoais e outras questões corriqueiras.

É preciso reformular todos as práticas rotineiras, adequando a vida a um modelo mais saudável. Entre as principais mudanças, você precisa dar atenção especial aos seguintes pontos: prática frequente de atividades físicas; alimentação saudável, livre de gordura, açúcar e alimentos de origem animal; atividades divertidas para lidar com a pressão cotidiana; sono adequado; bom relacionamento familiar, pessoal e no trabalho.

Você está buscando novos hábitos e um replanejamento para viver melhor? A Rituaali pode lhe ajudar! Somos um centro de medicina focado em estilo de vida saudável. Entre em contato conosco e saiba mais!

Você também pode se interessar por:

Tipos de estresse: como saber de qual deles você sofre?

Problemas para dormir? 5 jeitos de acabar com essa situação

Síndrome de burnout: quais são os principais sintomas?

Últimas Notícias

Alimentação