O que suas unhas dizem sobre sua saúde?

Nosso corpo é um reloginho, funciona que é uma beleza, ritmo, energia, vigor sempre em frente. Até que um dia dá sinais de que algo não vai bem. Por vezes, pequeníssimos sinais, perceptíveis somente aos olhos mais atentos. Uma pigmentação amarelada, uma pinta que não estava ali, uma textura esquisita na unha. Sim, as unhas são fontes riquíssimas de informação.

Dividida em três partes principais, a unha é formada pela lâmina ungueal (a parte de cima), a raiz (que cresce por dentro da pele) e a ponta final, que se corta. E camadas de queratina (superficial, intermediária e profunda), que se mantêm fortes graças a alimentos ricos em cálcio (como leite e derivados), proteínas (como soja e ovos) e vitaminas (abundante em hortaliças e frutas). A carência nutricional deixa não apenas as unhas fracas e quebradiças como também origina doenças perceptíveis através delas.

Veja o que se pode detectar através da aparência das unhas:

Anemia

Quando o número de glóbulos vermelhos (hemácias), essas ricas células que transportam o oxigênio através do sangue até os tecidos, está baixo no organismo, você pode sentir falta de ar, fadiga, taquicardia e sua pele empalidecer consideravelmente. Ao perceber que não está bem, olhe para as unhas. Elas andam secas, esbranquiçadas e quebrando com facilidade? Faça um exame de sangue. Você pode estar com anemia.

Diabetes

Você passou esmalte escuro e quando tirou, as unhas ficaram amareladas? Normal, às vezes acontece. Agora, não pintou de cor nenhuma e elas estão amarelas, finas, frágeis, com estrias e demorando para crescer? Veja se está sentindo mais sede do que o normal e indo ao banheiro com maior frequência urinar. São sintomas de diabetes, não deixe pra depois, consulte seu médico.

Distúrbios de tireoide

Unhas fracas e finas, de uma hora pra outra, pode ser sinal de hipertireoidismo. O mesmo se começarem a se separar do leito ungueal, ou seja, da camada de pele que vem logo abaixo, deixando-as inteiramente elevadas ou apenas na ponta (conhecida com unha de Plummer). Já no hipotireoidismo, as unhas se mostram grossas e opacas. Se notar esses sintomas juntamente com perda ou ganho de peso sem motivo, procure um médico o mais rápido possível.

Doenças cardiovasculares

Muitos problemas cardíacos e de circulação se exibem nas unhas: arroxeadas são sinônimos de circulação deficiente do sangue. Já as curvadas para baixo (bem convexas) e/ou com pequenas hemorragias (linhas vermelho escuro) indicam possível endocardite (infecção da válvula cardíaca) ou vasculite (danos nos vasos sanguíneos). Verifique se sua pressão arterial e o colesterol estão normais. Se estiverem altos, vá a um posto de saúde imediatamente.

Falta de vitaminas

São muitas as vitaminas e os sintomas da falta delas. Por exemplo, carência de vitamina A? Unhas enrugadas, esbranquiçadas, quebradiças. De vitamina C? Hemorragia sob a unha. Vitamina B3? Sem brilho, com riscos verticais esbranquiçados. Falta de Zinco? Cutículas secas, grossas, descamação ao redor das unhas e tom acinzentado.

Últimas Notícias

beleza