Conhece o exame de bioimpedância?

Ela analisa a composição corporal e detecta as quantidades de massa magra, de água corporal e de gordura oferecendo com maior precisão o valor do IMC (Índice de Massa Corpórea). É indicada para esportistas e atletas em busca de aperfeiçoamento e pessoas em programas de reeducação alimentar, seja para perder ou ganhar peso e/ou massa muscular. Estamos falando da Bioimpedância ou Impedância Bioelétrica (BIA).

A técnica é conhecida desde a década de 40, mas foi só em 1962 que a impedância (resistência de fluxo de corrente elétrica) foi relacionada ao total de água num organismo para avaliações corporais nos moldes aplicados hoje. No método, os tecidos biológicos funcionam como condutores ou isoladores da corrente elétrica que segue por onde há menor resistência, ou seja, por tecidos magros e sua alta quantidade água e eletrólitos. Em contrapartida, gordura, ossos e pele oferecem baixa condutividade e elevada resistência.

Exame é aliado para o processo de emagrecimento

Ao medir a diferença entre esses componentes é possível obter resultados sobre o peso corpóreo, a massa muscular esquelética, a massa e o percentual de gordura corporal, a massa livre de gordura, a água corporal total, a taxa de metabolismo basal, a relação de cintura-quadril, a análise segmentada de massa magra (membros e tronco), entre outros. Um prato cheio para quem está em processo de emagrecimento ou treinando para aumentar performances.

Dicas para o exame:

  • A Bioimpedância é um exame simples e pode ser feito em clínicas estéticas ou em consultórios médicos
  • Você deita em uma maca e eletrodos são ligados às extremidades (pés e mãos) e conectados a um aparelho que envia descargas elétricas de baixa voltagem que vão de um hemisfério ao outro do corpo.
  • Não dói, nem é invasivo, mas é contraindicado a portadores de marca-passo, pinos, placas metálicas e gestantes.
  • É preciso hidratar o corpo ingerindo pelo menos 2 litros de líquidos no dia anterior ao procedimento.
  • Outras orientações são: evitar álcool, bebidas com cafeína e medicamentos com diuréticos (até 48 horas antes), não praticar esportes nem frequentar saunas (até 24 horas) e urinar 30 minutos antes do teste.
  • Para um melhor controle sobre a evolução corporal, o ideal é determinar uma periodicidade para o exame junto com seu médico.

Gostou? Compartilhe com seus amigos.

Últimas Notícias

Saúde