O que acontece com o seu corpo quando você para de fumar

Você já sabe: o cigarro faz muito mal à saúde. Ele é a principal causa de diversas doenças, como o câncer e problemas respiratórios, e diminui sua qualidade de vida.

Se você já tentou parar de fumar e não conseguiu, não desista. Tente novamente. A maioria dos ex-fumantes só conseguiu parar de fumar após algumas tentativas.

Vamos te dar alguns motivos para você resistir à vontade de dar o primeiro trago.

Imprima, anote no caderno, cole na geladeira. O importante é você ter em mente os benefícios para o seu organismo.

E lembre-se: daqui a um ano, você vai desejar ter parado de fumar hoje.

Confira o que acontece com o seu corpo quando você resiste ao cigarro:

 

Após 20 minutos:

Sua pressão arterial e pulsação voltam ao normal

Após 8 horas:

Seu nível de oxigênio no sangue aumenta

Após 24 horas:

Seus pulmões começam a desintoxicar

Após 48 horas:

Seu paladar e olfato estarão funcionando melhor.. Não há mais nicotina em seu corpo.

Após 72 horas:

Respiração fica mais fácil. Tubos bronquiais começam a relaxar e você começa a ter mais energia.

Após 2 semanas:

Os sintomas negativos de abstinência e os efeitos colaterais começam a desaparecer, sua circulação melhora e seus pulmões começam a cicatrizar de fato. Andar e correr se tornam muito mais fácil.

Após 3 a 9 meses:

Tosse, chiado e problemas respiratórios diminuem. A capacidade pulmonar aumenta em 10% e seu condicionamento físico melhora.

Após 1 ano:

Esse é um marco muito importante! O risco de você ter alguma doença do coração agora é metade do risco que um fumante tem.

Após 2 anos:

O risco de recaídas diminui e a chance de você parar definitivamente aumenta muito mais após o segundo ano. Siga em frente!

Após 5 anos:

O risco de um acidente vascular cerebral (AVC) é reduzido ao nível de alguém que nunca fumou.

Após 10 anos:

Risco de câncer de pulmão é 50% menor do que o risco das pessoas que continuam fumando, quase o risco de alguém que nunca fumou. Risco de câncer de boca, garganta, esôfago, bexiga, rins e pâncreas também diminui, assim como o risco de úlceras.

Após 15 anos:

Risco de doenças do coração agora é similar ao risco de alguém que nunca fumou. Risco de morte associada ao fumo agora retorna quase ao nível de pessoas que nunca fumaram.

 

 

Últimas Notícias

Saúde