Quero parar de fumar: como reduzir o desejo pelo cigarro?

É certo que, além de prejudicar a saúde e aumentar as chances de doenças como o câncer, o tabagismo também interfere na vida pessoal e profissional. E, para reduzir o desejo pelo cigarro, é essencial ter determinação e sempre mentalizar positivamente “quero parar de fumar” e “vou conseguir”.

Apesar de ser um processo lento e difícil, que causa ansiedade, mal-estar, irritabilidade e estresse, é importante persistir até o final. Isso significa não desistir diante das dificuldade e manter-se imune às tentações que podem surgir no meio do caminho, pois elas acabam interferindo no seu êxito.

Pensando nisso, resolvemos mostrar neste post que é possível, sim, reduzir a vontade de fumar até que o hábito seja deixado de lado. Ficou interessado? Acompanhe as dicas a seguir!

Evite áreas de fumantes

O fato de você ver uma pessoa fumando e sentir o cheiro do tabaco pode te despertar o desejo de fumar. Por isso, ficar próximo de áreas para fumantes em restaurantes, bares e shoppings — especialmente nos primeiros dias do processo —, pode ser um convite para que você pegue um cigarro.

Com o tempo e com a evolução do processo de parar de fumar, conviver com pessoas fumantes e em áreas assim torna-se uma tarefa mais fácil.

Visite grupos de ex-fumantes

Compartilhar as suas dificuldades e as suas histórias de superação também é uma opção que auxilia a diminuir o desejo pelo cigarro até que o hábito seja deixado de lado. O mesmo acontece quando você ouve relatos similares de pessoas que passam pela mesma situação,

O ambiente e os ex-fumantes ali presentes fazem com que você se sinta mais confortável para falar sobre os seus anseios e medos. Além disso, você pode absorver, de cada integrante, informações e episódios de superação que vão te deixar ainda mais focado e pronto para resistir às tentações.

Não se esqueça de que buscar o apoio da família e dos amigos faz com que você tenha mais aliados nessa luta. Como consequência, essa árdua tarefa torna-se muito mais fácil e você passa a se sentir mais motivado, uma vez que vai lidar com o incentivo, com o carinho e com aconchego de pessoas especiais.

Participe de programas contra o tabagismo

Hoje em dia, existem programas que visam o recomeço da vida sem o cigarro e sem os malefícios que ele causa a saúde. Geralmente, o método inclui diversos procedimentos e te ajuda a abandonar comportamentos nocivos relacionados ao tabagismo.

Por meio de tratamentos de relaxamento e treinamento individual, os programas também desintoxicam o organismo e diminuem os sintomas causados pela abstinência, como ansiedade, sonolência, irritabilidade, estresse, mal-estar e dificuldades para dormir.

Entre as atividades encontradas nesse tipo de programa, é possível citar momentos de reflexão, inalação com óleos essenciais e banhos de imersão detox. Massagens relaxantes e sessões de psicoterapia também fazem parte.

O interessante é que as atividades são realizadas de acordo com a situação de cada um. Normalmente, é necessário realizar uma consulta com um médico para que o programa seja desenvolvido com base em uma rotina diária com todos os procedimentos e horários já estabelecidos para a pessoa.

Utilize as técnicas de mindfulness

As técnicas de mindfulness se caracterizam por fazer com que a pessoa se concentre em determinado item em um período de tempo. O intuito é fazer com que o indivíduo tenha a capacidade de se concentrar em atividades, experiências e sensações do presente.

Por isso, essa técnica é fortemente utilizada por pessoas que buscam se distanciar de algum vício, já que o método permite o aumento das atividades cerebrais associadas ao autocontrole. A prática ainda é capaz de aliviar o estresse do dia a dia, aumentar a capacidade mental e melhorar a produtividade no trabalho.

Tenha os seus momentos de lazer

Relaxar e se divertir em momentos que sejam só seus geram benefícios tanto para a saúde do corpo quanto da mente. Isso ameniza os sintomas da abstinência, proporcionando mais bem-estar ao longo do dia.

Tudo ocorre porque o lazer — do corpo, do espírito e da mente — permite que você supere desafios e tenha mais tempo para cuidar de si. Ele também possibilita que você busque oportunidades diferenciadas, se aprimore em outras competências, se desenvolva em habilidades inéditas, tenha diferentes interesses e conheça novas situações.

Por esse motivo, tenha hobbies e, consequentemente, os seus momentos de lazer. Além de te proporcionar um mundo de novas sensações e novos conhecimentos, realizar atividades que te façam bem garante que você tenha um bom humor, mais disposição e menos estresse. Algumas opções de atividades são:

  • massagens terapêuticas;
  • correr;
  • caminhar;
  • andar de bicicleta;
  • cantar;
  • dançar;
  • cozinhar e ter uma alimentação equilibrada;
  • costurar;
  • fotografar;
  • ler;
  • desenhar;
  • e praticar esportes — natação, vôlei, basquete e futebol, por exemplo.

Mude a sua rotina

“Isso já faz parte da minha rotina, mas quero parar de fumar, pois sei que me faz mal. E agora?”

Bom, saiba que a maioria dos fumantes enfrenta justamente esse problema: tornar o ato de fumar um comportamento habitual. Seja depois do almoço, ou em um encontro com colegas de trabalho depois do expediente… o cigarro está sempre lá. Entretanto, é essencial quebrar esses hábitos para diminuir o desejo pelo cigarro.

Substituir o café por um suco natural — de frutas ou detox, por exemplo —, almoçar em um novo restaurante, participar de encontros em ambientes que proíbem o cigarro e incluir novas atividades ao longo do seu dia (como hobbies, exercícios físicos e atividades de relaxamento) são algumas sugestões.

Tenha uma válvula de escape

Vão existir momentos em que a vontade de fumar será grande, e, para se livrar de ocasiões assim, é importante ter sempre perto de você uma válvula de escape — desde que ela não prejudique a sua saúde nem te leve a um novo vício, como os doces, por exemplo.

Portanto, se você sentir uma vontade incontrolável de fumar, siga alguma destas válvulas de escape para esse momento:

  • conversar com um amigo;
  • escovar os dentes;
  • comer uma fruta ou beber água;
  • manusear pequenos objetos, escrever ou desenhar em um papel;
  • manter as mãos ocupadas com um papel ou com um elástico, por exemplo;
  • mudar de ambiente e buscar algo que cause a sua distração.

Todas essas são dicas muito eficazes. Pode testar!

Pronto! Agora que você viu que é possível, sim, mentalizar a frase “quero parar de fumar” para diminuir o desejo pelo cigarro até que ele acabe, aproveite as nossas sugestões e garanta uma vida com muito mais qualidade para você.

Não se esqueça de que os programas de auxílio à cessação do tabagismo incluem uma série de atividades que contribuem — e muito — para que você se afaste do vício e não sofra com os sintomas da abstinência.

Se você gostou do post, e quer abandonar o cigarro de vez, confira o programa contra o tabagismo que temos para você.

Últimas Notícias

Dicas