Vegetarianismo junk food: uma ideia que você deveria considerar?

Você sabia que dentro da alimentação vegetariana existe o que chamamos de vegetarianismo junk food? Bateu curiosidade? Leia este texto e saiba mais!

Conteúdos

Você acha que o vegetarianismo vai tirar o junkfood da sua vida? Achou errado. Comida vegetariana não precisa ser uma ditadura. 

Aderir a esse novo estilo de vida não precisa ser tão restritivo assim. É um dos muitos mitos que circulam em volta desse tipo de alimentação.

Existem, por exemplo, tipos de vegetarianismo. E você pode adotar qualquer um deles em sua vida, assim como também comer pizzas, salgados, doces e até mesmo hambúrgueres com proteína vegetal de vez em quando

Neste artigo, vamos mostrar que se alimentar apenas de proteínas vegetais não é nenhum bicho de 7 cabeças. Você irá conhecer os tipos de alimentação vegetariana, seus benefícios e o que de fato é o vegetarianismo junk food

Quer entender um pouco mais sobre vegetarianismo junk food sem preconceito? Vem com a gente que temos bastante assunto por aqui.

vegetarianismo junk food

O que é vegetarianismo?

De forma geral podemos definir um vegetariano como aquelas pessoas que não comem proteína animal de nenhum tipo, ou seja, não consomem carne: 

  • Bovina;
  • Caprina;
  • Suína;
  • Pescados e frutos do mar;
  • Ovina;
  • Outras: búfalo, coelho, caças etc.

Além disso, no vegetarianismo também não se consome alimentos produzidos a partir de proteína animal como iogurte, queijo, leite, etc. 

Com isso, infelizmente algumas pessoas tendem a pensar da seguinte forma: “poxa, nunca mais vou comer um hambúrguer ou salgadinho?”. “só vou comer legume cozido e alface?”

Não gente, não é isso. A alimentação vegetariana pode ser muito rica, criativa e diversa. Além disso, existem tipos de vegetarianismo

Tudo depende de você, ou seja, das suas preferências alimentares, filosóficas, ambientais e até mesmo religiosas. 

A Sociedade Vegetariana Brasileira, por exemplo, recomenda que as refeições vegetarianas sejam montadas da seguinte forma:

  • 50% de legumes e verduras;
  • 25% cereais e batatas;
  • 25% feijões.

Dentro disso dá pra fazer muita coisa gostosa. A alta gastronomia do Rituaali é uma prova disso. É possível criar pratos criativos, saudáveis e equilibrados em termos nutricionais

Nosso cardápio é montado de forma parecida, só que separamos esses grupos em 3 e chamamos eles de reguladores, energéticos e construtores. 

Mas agora você deve estar se perguntando: “e a proteína?”. 

Bem, a proteína pode ser encontrada de forma abundante também no reino vegetal, sobretudo entre as leguminosas como o grão-de -bico, ervilhas, lentilhas, favas, soja e todos os tipos de feijões.

Viu como a alimentação vegetariana não é nenhum bicho de 7 cabeças? A seguir, confira os tipos de vegetarianismo que você pode se encaixar. 

Existem tipos de comida vegetariana?

Pois é, lembra o que eu disse que a alimentação vegetariana não é tão restritiva quanto se pensa? Tudo depende do perfil de cada um, basta autoconhecimento e informação. 

Dentro do vegetarianismo você pode ser:

  • Vegetariano estrito: não consome proteína animal de nenhum tipo, derivados, ovos ou laticínios;
  • Ovo vegetariano: não consome proteína animal de nenhum tipo, derivados, laticínios, mas come ovos;
  • Lactovegetariano: não consome proteína animal de nenhum tipo, derivados, ovos, mas come laticínios;
  • Ovo lacto vegetariano: não consome proteína animal de nenhum tipo, mas come ovos e laticínios como leite, queijos;
  • requeijão e iogurte em sua dieta;
  • Vegano: é um vegetariano estrito com um plus. Não consome ou utiliza qualquer alimento ou produto produzido a partir da exploração animal. Por exemplo, o mel. 
  • Semi vegetariano: consome proteína animal de forma esporádica. No máximo 2 vezes por semana. 

Esse último é uma opção válida principalmente para quem está começando na alimentação vegetariana, mas também pode ser uma escolha para a vida inteira. Lembra o que dissemos, que tudo depende de você?.

Cada um desses tipos de vegetarianismo trazem benefícios para sua saúde, bem-estar e meio ambiente. No final, é uma decisão equilibrada e saudável para todo mundo.

Quais são os benefícios de ser vegetariano? 

Caso você esteja se perguntando o porquê de tudo isso, existem diversas vantagens de uma alimentação sem carne. Inclusive elas são comprovadas cientificamente.

Vamos a alguns fatos divulgados pela Sociedade Vegetariana Brasileira. 

  1. As populações vegetarianas apresentam redução de 34% a 75% da prevalência de diabetes, quando comparado às onívoras;
  2. Em revisão sistemática da literatura científica, os vegetarianos, de forma geral, têm uma redução de 29% da prevalência de doença cardiovascular isquêmica;
  3. Outros estudos mostram que a dieta ovolactovegetariana reduz o risco de ter câncer do trato gastrointestinal e a dieta vegetariana estrita reduz o risco de ter todos os tipos de câncer.

Viu como nada é em vão

Por que aderir ao vegetarianismo pode ser tão difícil para algumas pessoas?

Aderir a esse tipo de alimentação pode ser bem difícil para algumas pessoas. Muitos falham, mas você sabe por quê? 

Devido à mentalidade de restriçãoÉ aquela ideia de que é tudo ou nada, 8 ou 80. Esse extremismo todo, principalmente, no início só atrapalha

A maneira mais saudável de passar por uma reeducação alimentar é dar tempo ao tempo para criar um hábito sustentável, sadio e prático. 

Uma boa dica para reduzir o consumo de carne é a 2ª sem carne. Um movimento mundial onde várias pessoas se propõem a não consumir carne animal às segundas-feiras.

Ao usar isso a seu favor, você pode começar apenas com às segundas, e depois passar para às terças, quartas e assim por diante. Muitas pessoas aderem ao vegetarianismo assim

Se você impuser a si mesmo um monte de regras vai tornar sua vida difícil e chata. Por exemplo, se você quer emagrecer, se presenteie de tempos em tempos com um doce de baixa caloria. 

Apenas um não vai fazer mal. Pense nele como uma recompensa pelos seus esforços, determinação e foco. 

Em nosso canal do Youtube e redes sociais temos diversas receitas, inclusive de doces, que você pode fazer em sua casa. 

No caso da alimentação vegetariana existe ainda o vegetarianismo junk food seguindo a mesma linha. A ideia é que se você gosta de comer um hambúrguer, opte por um de proteína vegetal. Existem várias opções. 

Ou ainda, se você gosta de uma coxinha bem fritinha, experimente uma com farinha integral e recheio de tofu, brócolis ou outro recheio vegetariano. 

Existe até mesmo coxinha feita de jaca, sabia? 

Ao ter essas brechas você consegue se educar de forma sustentável, prática e saudável. Sem dor de cabeça, chateação e o melhor, de uma forma bem mais efetiva. 

O que é vegetarianismo junk food? 

Por convenção uma comida junk food é uma alimento de alto teor calórico e baixo valor nutritivo. 

Um bom exemplo é o “podrão”. Fast food variação do tão conhecido “3 hambúrgueres, alface, queijo, molho especial, …., e o resto você já conhece”. 

Mas existem outros caminhos, você sabia? E no caso da alimentação vegetariana e vegana também. 

A diferença é que a vegetarianismo junk food leva ingredientes bem mais saudáveis e não contém proteína animal. Além é claro, de versões empanadas e fritas, um pouco mais calóricas, mas ainda assim saudáveis

Tudo depende do seu bom senso, parcimônia e alto controle. 

Não é porque você optou por uma alimentação sem carne que nunca mais vai experimentar um hambúrguer ou uma coxinha. 

Existem opções de alimentos fritos ou empanados com matérias-primas integrais e recheios vegetais que você pode se permitir uma vez ou outra

Tudo isso que dissemos até agora foi para provar que não existe esse mito de que a adoção de uma alimentação vegetariana é limitada. 

Ou ainda que deva ser feita de uma hora pra outra cheia de regras e cartões vermelhos. 

Essas opções ajudam principalmente no início da adoção da alimentação vegetariana, e ela só vai te fazer mal se for em excesso

Você já conhecia o vegetarianismo junk food? Compartilhe em suas redes sociais e ajude a derrubar o mito de que a comida vegetariana é sem graça! 

E aí, gostou deste post vegetarianismo junk food? Então assine a nossa newsletter para receber nossos conteúdos direto no seu e-mail!

Referência:

  • https://ge.globo.com/eu-atleta/nutricao/noticia/o-que-acontece-no-corpo-quando-se-para-de-comer-carne.ghtml

Compartilhe esse post:

WhatsApp
Facebook
Email

Estamos felizes em anunciar que o Rituaali é um dos indicados ao prêmio de melhor spa do Brasil pelo World Spa Awards!

Esta é uma oportunidade incrível para sermos reconhecidos mundialmente,
e não podemos fazer isso sem você.
🏆 Melhor spa do Brasil

Procurando por conteúdos de saúde, simples e práticos?

Receba conteúdos relevantes, descomplicados e objetivos sobre qualidade de vida e longevidade.

Talvez você também goste disso:

Assine agora 🍃

Receba conteúdos relevantes, descomplicados e objetivos sobre qualidade de vida e longevidade.

Não fique com dúvida. Pergunte e nós respondemos.

Envie sua dúvida

Envie suas perguntas abaixo (anonimamente) e nosso especialista poderá respondê-las em uma próxima edição de nossa newsletter.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.